Jorge Lomelino
Nascimento: ~ 1477
Origem: Madeira, Portugal

Nasceu por volta de 1477, na Ilha da Madeira, em Portugal.

Filho único de Giovanni Battista Lomellini e de [...].

Casou-se com Maria Adão, filha de João Adão, o Velho, e de Leonor Gonçalves (adão).

 

 

Em 1515, Jorge recebeu o título de Fidalgo Cavaleiro.

Participou da tomada de Azamor, no Marrocos.

Foi administrador do Morgado de seu tio, Urbano Lomellini.

Jorge, seguindo as determinações do testamento de seu tio, construiu o Convento de Nossa Senhora da Piedade, dos franciscanos, do qual ele e seus descendentes foram padroeiros.

 

Jorge faleceu em 9 de Dezembro de 1548, e foi sepultado no centro da capela maior do Convento de Nossa Senhora da Piedade, em Funchal.

Foi pai de três filhos e quatro filhas::

1.1. Francisco Lomelino, casado com Dona Isabel de Moura, filha de João de Ornellas e Vasconcellos e de Dona Cecília de Moura. Após a morte de Isabel, Jorge casou-se pela segunda vez, em 7 de Agosto de 1570, com Dona Joanna Correa, filha de Antonio Correa, o Grande, e de Dona Isabel de Bittencourt.

 

 

Francisco sucedeu a seu pai no Morgado dos Lomelino e no padroado do convento.

Serviu na África, sendo aprisionado pelos mouros durante a tomada do Cabo da Gué. Permaneceu sete anos como prisioneiro, ao fim dos quais, escapou acompanhado pelo mouro que o guardava.

 

1.2. Urbano Lomelino, casado com Maria Cabral, filha do Bacharel Lopo Dias e de Anna Ferreira. Sem filhos deste casamento. Após a morte de Maria, Urbano casou-se pela segunda vez, em 1552, com Victória Leitão, viúva de Rodrigo Álvares da Costa, filha de João Lourenço Leitão e de Guiomar Ferreira. Após a morte de Victória, Urbano casou-se pela terceira vez, em Outubro de 1582, com Dona Mécia de França, filha de Pedro Brás de França e de Inês Mendes de Abreu. Sem filhos deste casamento. Urbano faleceu em Dezembro de 1588, e Mécia casou-se pela segunda vez, com João Ornellas de Moura.

 

 

Urbano herdou o Morgado dos Lomelino por morte de seu irmão Francisco.

Urbano só teve uma filha (do segundo casamento), que faleceu jovem.

 

1.3. Antonio Lomelino.

1.4. Anna Lomelino, casada com Duarte Teixeira, filho de Guterres Teixeira e de Helena Antunes. Após a morte de Duarte, Anna casou-se pela segunda vez, na vila de Porto Santo, na Ilha da Madeira, com Estevão Callaça, filho de João Rodrigues Callaça e de Anna Ferreira de Castro.

1.5. Felipa Lomelino, casada com [...]. Sem filhos.

 

 

Felipa herdou o Morgado dos Lomelino por morte sem herdeiros de seus irmãos.

 

1.6. Guiomar Lomelino.

 

 

Guiomar faleceu "mentecapta".

 

1.7. Maria da Cruz.

 

 

Maria foi freira no Mosteiro de Santa Clara, em Funchal, na Ilha da Madeira.

 

 

[+] Fontes e comentários